Economia Solidária e Comercialização – Desafios e Possibilidades no Ramo do Artesanato

Titre Economia Solidária e Comercialização – Desafios e Possibilidades no Ramo do Artesanato
Lien hypertexte Site de « http://www.coloquiointernacional.com »
Date 2015/09
Pagination 17 p.
Notes A Universidade e Modos de Produçaao do Conhecimento – Para que Desenvolvimentos ? - V Coloquio Internacional.
Résumé Resumo : «A arte de produzir peças e artigos de forma manual e com cunho cultural é mais antiga do que imaginamos. Ao longo dos séculos, com a evolução humana e socioambiental essa atividade sofreu diversas alterações e reconstrução na sua forma de ser produzida, vista e entendida, entretanto, o âmago de sua origem, a produção intelecto-manual se tornou imutável e veemente nesse processo. O artesanato tonou-se, ao longo dos séculos, uma alternativa relevante e eficiente para a geração de trabalho e emprego em diversos núcleos familiares que se encontravam ou encontram em situação de vulnerabilidade social. Assim a economia solidária, que tem forte atuação nesse segmento, tornase resposta material e substancial como medida alternativa para os momentos de crises econômicas. Ela se mostra como proposta contundente de políticas públicas que pode e deve ser adotada com a finalidade de proporcionar o desenvolvimento socioeconômico e sustentável de milhares de pessoas que se encontram a margem da sociedade. Este artigo propõe-se a discutir os desafios enfrentados pelos empreendimentos econômicos solidários (EES) de artesanato na busca de solucionar um de seus maiores gargalos, a inserção dos produtos no mercado e sua comercialização e, a partir da experiência e atuação da ISONOMA – Incubadora de EES desenvolvida pela ong Ceduc Virgílio Resi, demonstrar como os espaços de comercialização solidários, podem representar a solução para essa problemática.»

Mots-clés thématiques

Mots-clés géo

Type de document